Blog Homeostase

O seu momento de conferir conteúdos sobre saúde,
bem-estar e qualidade de vida.

6 motivos para incluir o Pilates na sua vida

DESCRIÇÃO: Se você quer sair do sedentarismo, precisa conhecer o Pilates e os seus benefícios. Uma modalidade que conquista cada vez mais adeptos.

 

A prática de Pilates trabalha corpo e mente. Saiba mais sobre essa atividade que contribui para a tonificação dos músculos, flexibilidade e a consciência do próprio corpo.

Já não é mais novidade que a prática regular de exercícios deve ser incluída na nossa rotina, não é mesmo?! Mas tem muita gente que gostaria de iniciar alguma atividade física e não se sente à vontade em um ambiente de academia. E o Pilates surge como uma alternativa ideal para sair do sedentarismo.

As aulas diferenciadas chamam a atenção pelos equipamentos específicos, em que as convencionais anilhas dão lugar às molas para promover o fortalecimento muscular, maior consciência corporal, aumentar a flexibilidade e força. Então, se você quer adotar um estilo de vida saudável, unindo um melhor condicionamento físico com bem-estar, saiba tudo sobre o Pilates.

 

Pilates é terapia ou exercício?

O que é de verdade o Pilates e quais seus benefícios? O que ele tem de diferente de uma academia ou de uma aula de yoga? Trata-se de terapia ou exercício? Ainda são muitas as dúvidas que cercam essa prática. Por isso, nosso ponto de partida é ajudar você a entender tudo isso melhor!

O Pilates pode ser tanto uma terapia como um exercício. A modalidade trabalha força, controle corporal e relaxa ao mesmo tempo através do trabalho da respiração. Ou seja, faz bem para o corpo e a mente.

E a história do Pilates é muito interessante. A atividade foi criada pelo alemão Joseph Hubertus Pilates em 1914, que atuou como enfermeiro durante a Primeira Guerra Mundial. Enquanto estava em um campo para prisioneiros, ele percebeu que a rotina diária de exercícios faria a diferença para o condicionamento físico e psicológico dos soldados.

Infelizmente, muitos estavam acamados, o que levou Pilates a improvisar com as molas das camas, colchões e as hastes das macas, para criar um tipo de equipamento que possibilitasse realizar exercícios de resistência. Nascia, aí, o conceito que ele mesmo chamou de “Contrologia”, pois a base dos exercícios estava no controle da mente sobre os músculos.

De lá para cá, essa atividade global e integrada foi se espalhando pelo mundo, mantendo os seus princípios ao longo dos 80 anos de história. E as indicações e os benefícios da prática de Pilates são os mais diversos. Entenda o porquê!

 

Quando fazer Pilates

Os movimentos do Pilates trabalham o fortalecimento muscular e a flexibilidade. Tudo ao mesmo tempo, misturando o treinamento contra resistência e trabalhando a isometria. E isso tudo exige bastante concentração, centralização, respiração coordenada, precisão e fluidez.

São exercícios que trabalham  até mesmo musculaturas mais profunda, incluindo o conjunto de músculos do abdômen, costas e pelve. Essa estrutura é responsável por sustentar e proteger a coluna de lesões.

Dessa forma, vemos que a prática ajuda na tonificação dos músculos, no controle corporal e na flexibilidade, promovendo a reabilitação e prevenção de dores e lesões. Mas os benefícios não param por aí, pois as indicações para fazer Pilates são muitas. Nós separamos seis excelentes motivos para você começar agora.

  1. O Pilates proporciona a correção postural e é perfeito para quem quer se livrar das dores nas costas. Afinal, são várias horas que a maioria das pessoas passam sentadas, ainda mais com a nova realidade trazida pelo home office;
  2. A modalidade também pode ser uma importante aliada para idosos. Um artigo publicado na Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde aponta que as aulas são capazes de apurar o equilíbrio, um dos problemas que acompanham a velhice. Assim, o Pilates pode ser uma importante intervenção contra quedas e lesões;
  3. Além disso, fazer Pilates é super indicado para mulheres grávidas, pois o método diminui os inchaços, a sobrecarga articular e proporciona uma consciência sobre a musculatura do assoalho pélvico, preparando a gestante para o momento do parto;
  4. Pessoas que passaram por lesões ortopédicas, o pilates é um excelente método para reabilitar, fortalecendo de forma adequada toda a musculatura que envolve a articulação afetada.
  5. Para pessoas que sofrem com dores nas costas. O pilates trabalha fortalecimento e alongamentos de musculaturas responsáveis pela manutenção da postura. Uma musculatura sadia proporciona uma menor sobrecarga e muito menos desconforto.
  6. Os exercícios de Pilates ainda otimizam a capacidade cardiorrespiratória, favorecem a autoestima e a motivação, já que trabalham não apenas o corpo, mas também a mente;

É preciso esclarecer que o Pilates não é uma modalidade de exercícios de alta intensidade ou que proporciona alto gasto calórico, e também não faz uso de grandes cargas afim de promover uma hipertrofia considerável.  Sendo assim é interessante combinar o Pilates a uma atividade aeróbia e também com a musculação, assim é possível desfrutar de todos os benefícios para uma boa qualidade de vida.

 

As modalidades de Pilates

Se você está lendo este artigo e ficou animado para incluir o Pilates na sua rotina, saiba que, além da prática tradicional, com os equipamentos e acessórios característicos, existem outras modalidades. Cada uma com a sua proposta, mas trazendo os mesmos benefícios. Veja as principais:

  • Contemporâneo: essa versão dá liberdade para o professor trabalhar com exercícios e acessórios que não são utilizados no método original, como a fitball, os elásticos e as toning balls.
  • Power Pilates: essa é uma modalidade mais intensa e pode ser combinada com exercícios aeróbicos. Não há descanso e o esforço cardiovascular é maior, com gasto superior de calorias e menos alongamento.
  • Na água: realizada em piscinas, conta com as molas para oferecer resistência e espaguetes de borracha para flutuar.
  • Aero Pilates: os movimentos acontecem em tecidos suspensos, assim como nas atividades circenses. A aula exige muita técnica e força e o efeito visual é incrível. Mas precisa ter maior preparo para encarar.
  • Five Konzept: desenvolvido na Alemanha, o método vem sendo muito adotado por atletas. Ele ensina gestos contrários à nossa postura habitual, com equipamentos inspirados no Pilates tradicional.

 

O Pilates da Homeostase

Então, quer fazer Pilates?! Ótimo! Mas saiba que é preciso o acompanhamento de um profissional capacitado, para um trabalho que atenda aos seus objetivos e necessidades.

É o que acontece com os alunos aqui da Homeostase. Antes de começar a prática, ocorre uma primeira consulta, com o objetivo de analisar a composição corporal e o estado de saúde do aluno, além da postura, é claro.  Só assim é possível preparar uma aula personalizada e direcionada ao que você precisa.

Além disso, as aulas de Pilates são individuais ou em dupla, o que garante ainda mais eficiência ao método. O professor dá a atenção que cada um merece, corrigindo as posturas e avaliando a evolução. Os horários são  flexíveis e cada aula dura 50 minutos, com opções de horários de segunda a sábado. É só escolher a frequência e os planos, de acordo com a disponibilidade de tempo.

Então, seja qual for o seu motivo para fazer Pilates, entre em contato com a nossa equipe. Vamos adorar que você seja um dos nossos alunos satisfeitos!

Matérias relacionadas
Abrir chat
(19) 97600-0134