Diabetes: o que é, como prevenir e tratar

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

De acordo com as informações da Organização Mundial da Saúde (OMS), o diabetes mellitus (DM) é um problema de saúde que, atualmente, atinge mais de 16 milhões de brasileiros.

Caracterizada pela falta de insulina ou sua baixa produção (DM tipo 1) e pelo aumento dos níveis de glicose no sangue, causado por uma resistência celular sobre a insulina (DM tipo 2). A diabetes atinge pessoas de todas as idades, embora seja mais comum em indivíduos com idade acima de 40 anos. Quando não é tratado, nos casos mais sérios, pode levar a pessoa à morte.

Basicamente, o problema de saúde surge quando o pâncreas já não é capaz de produzir insulina em quantidades suficientes em relação às necessidades do organismo. Ou, então, quando o organismo torna-se resistente à insulina, devido aos mais diversos motivos. Comumente o diabetes mellitus está relacionado a maus hábitos alimentares, sedentarismo e consumo exacerbado de açúcares e alimentos gordurosos.

Quer saber mais sobre os tipos, seus sintomas, causas e tratamentos de diabetes? Confira nesse artigo todas as informações que temos para você!

O que é diabetes tipo 1?

Atingindo cerca de 10% dos portadores da doença, principalmente crianças, o diabetes tipo 1 ocorre quando o pâncreas não consegue produzir quantidades suficientes do hormônio insulina, o que faz com que ocorra a hiperglicemia (grande quantidade de glicose na corrente sanguínea). Esse problema no pâncreas, surge em decorrência de diversas maneiras como de deficiências no sistema autoimune ou falência de células no pâncreas.

O que é diabetes tipo 2?

É o mais comum, atingindo cerca de 90% dos diabéticos. A doença ocorre quando as células do organismo criam resistência à sinalização da insulina. Esse tipo de diabetes pode se agravar com o tempo e, principalmente, quando o portador da doença não realiza tratamento adequado. É muito comum que os indivíduos com o diabetes tipo 2 tenham consanguíneos com a mesma doença, haja vista que estudos comprovam o fator hereditário.

Existe outros tipos?

Sim, ainda há:

– O diabetes gestacional, que ocorre quando o organismo da gestante torna-se resistente à insulina. Nesse caso, o problema pode existir apenas durante a gestação, assim como pode continuar mesmo após o nascimento do bebê. Um dos principais agentes causador é o Hormônio Lactogênio Placentário (HLP), onde o mesmo cria uma resistência celular da sinalização da Insulina, os níveis do HLP tornam-se cada vez mais alto a partir da vigésima quinta semana de gestação.

– Diabetes causado por doenças no pâncreas, como pancreatite e fibrose cística, que podem causar uma diminuição na produção de insulina.

– Diabetes induzida por químicos ou drogas;

Quais são os sintomas?

– Vontade excessiva de urinar;

– Emagrecimento repentino;

– Sede excessiva;

– Fome excessiva;

– Infecções frequentes (na bexiga, na pele etc.);

– Formigamentos nos pés e mãos;

– Problemas de visão;

– Problemas de cicatrização

Como identificar e quais são os tratamentos?

Se você desconfia que possua diabetes, é essencial se consultar com um endocrinologista para fazer exames de sangue. O tratamento do diabetes é realizado com remédios e injeções de insulina. Além disso a alimentação controlada, equilibrada e a prática de exercícios físicos regulares são altamente recomendados para controlar a doença.

Ao ser identificado com diabetes, é de extrema importância que o paciente conte com o acompanhamento de um nutricionista, além do endocrinologista. Como a doença não tem cura, o que é feito durante o tratamento é o controle, que é realizado principalmente a partir da reeducação alimentar e da prática de exercícios físicos. Há inúmeros estudos que indicam que atividade física regular e alimentação adequada são usados como tratamento e prevenção de doença.

É fundamental que o diabético tenha acompanhamento profissional e adote um estilo de vida mais saudável. Do contrário, o diabetes pode evoluir com o tempo e provocar problemas mais sérios, como trombose, arteriosclerose, infarto e AVE, entre outros.

Pense na prática de exercícios físicos como um aliado natural do tratamento da diabetes. Na Homeostase nós temos uma equipe multidisciplinar especializada para atender às suas necessidades. Nossos educadores físicos e nutricionistas estão preparados para atender pessoas com patologias específicas como esta.

Agendar Avaliação Gratuita

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + oito =